Novo Tempo

legenda

Novo Tempo

Justiça ucraniana culpa Kravchenko pelo assassinado de jornalista


Por marciobasso 14/09/2010 - 11h06

A Justiça ucraniana afirmou nesta terça-feira que o ex-ministro do Interior Yuri Kravchenko, que cometeu suicídio em circunstâncias misteriosas, ordenou o assassinato do jornalista opositor Gueorgui Gongadze em 2000, quando ainda estava no governo.
O crime desencadeou uma grave crise política na Ucrânia. Esta é a primeira vez que o ex-ministro é designado oficialmente como o mandante do assassinato. Kravchenko, que foi ministro do Interior de 1995 a 2001, se matou com um tiro na cabeça no início de 2005.
O editor do jornal virtual “Ukrainska Pravda”, Gongadze era conhecido pelas críticas às autoridades antes de desaparecer, em 16 de setembro de 2000. Ele foi encontrado decapitado em uma floresta nas proximidades de Kiev.
O assassinato de Gongadze indignou a oposição e deu início à onda de protestos que culminou na Revolução Laranja de 2004, que levou ao poder Viktor Yuchshenko.
A oposição acusou na época ex-presidente Leonid Kuchma de ter financiado o assassinato, o que Kuchma sempre negou. Fitas gravadas por um membro da guarda presidencial apoiavam a versão, mas a autenticidade das gravações nunca foi comprovada de forma conclusiva.
Fonte: Folha Online