Novo Tempo

legenda

Novo Tempo

Cerca de 30 mil estão presas no Iraque sem julgamento


Por marciobasso 13/09/2010 - 03h15

Em torno de 30 mil pessoas estão presas sem terem sido julgadas nas prisões iraquianas, nas quais as confissões são obtidas sob tortura, denunciou nesta segunda-feira (horário local) a Anistia Internacional, que aponta as forças americanas como responsáveis por essa situação.
Nesse relatório de 56 páginas, intitulado “Nova Ordem, Mesmos Males: Prisões Ilegais e Tortura no Iraque”, a Anistia detalha centenas de casos de prisões arbitrárias, ocorridas muitas vezes há diversos anos, de torturas e de desaparecimento de detidos.
A Anistia Internacional também denuncia a responsabilidade das forças americanas que, com vistas em sua retirada total no fim de 2011, transferiram milhares de presos aos iraquianos “sem garantias sobre tortura e maus tratos”.
Fonte: Último Segundo