Novo Tempo

legenda

Novo Tempo

Após libertação, americana diz preocupar-se com outros presos no Irã


Por marciobasso 15/09/2010 - 09h48

A americana Sarah Shourd, que foi libertada nesta terça-feira no Irã após permanecer detida por 14 meses no país persa, disse que sua maior preocupação agora é ajudar os dois americanos presos com ela que permanecem encarcerados no país persa.
Shourd, de 32 anos, foi libertada após a promotoria iraniana afirmar que recebeu uma garantia bancária de pagamento de US$ 500 mil (R$ 858 mil) da fiança estabelecida para sua soltura. Mas não está claro se a quantia foi ou será paga, e o governo dos Estados Unidos nega ter feito qualquer pagamento.
Autoridades dos Estados Unidos comemoraram a libertação da americana, que teria supostamente entrado ilegalmente no Irã e foi acusada de espionagem por Teerã.
O presidente americano, Barack Obama, divulgou um comunicado em que se dizia satisfeito pela libertação e “esperançoso” de que Teerã demonstrasse “compaixão renovada” e libertasse Bauer e Fattal.
Foto: BBC Brasil